BLOG

Pré-Produção Musical (Guia)

Você já deve ter ouvido falar de “Pré-Produção” ou de “Gravar uma Guia”. Como na fundação em uma casa, essa etapa da produção musical é de suma importância para o sucesso das outras etapas que virão.
Imagine que além de dar sustentação para uma casa, a fundação também é imprescindível para os esquadros, saber as dimensões e etc…
Sem uma boa “pré” você pode se arrepender lá na frente. Perceber que o beat está lento ou rápido demais, ou o tom não está certo, ou que a música ficou grande ou pequena demais, ou que deveria voltar 2 vezes naquele refrão são apenas algumas coisas que podem acontecer sem uma boa pré-produção.
Particularmente eu gosto de gravar um bom instrumento harmônico (normalmente violão ou piano) junto com uma voz bem cantada. Tudo no beat e já na métrica certa. Gosto de ter certeza sobre qual será a harmonia da intro, o que acontecerá no meio e como a música vai acabar. No meu caso eu vou além das “prés” ou “guias” tradicionais. Gosto de já gravar uns instrumentos virtuais e sentir o groove como um todo. Normalmente além do instrumento de harmonia eu já coloco uns loops de bateria, ou programo mesmo algum instrumento de percussão, baixo, talvez até as ideias de solo e etc. Muita gente acha que quando termino uma pré a música já está tão boa que não precisa nem chamar os músicos para gravar definitivamente depois. E isso pode sim acontecer. Algumas coisas que fiz em algumas “guias” já ficaram definitivamente. Normal. Foi o felling do momento e funcionou bem, não tem por quê mexer mesmo.
Gaste um tempo com o artista ou com a banda fazendo a pré. Se for uma banda, peça para gravarem a ideia dos solos, a levada da guita… os backs, enfim quanto mais elementos houver nas guias, mais certeza e segurança teremos na hora de gravar os instrumentos na “vera”.
Aproveite para dar uma olhada no vídeo do nosso instagram dessa semana onde falo como mesmo com midis e áudios já gravados é possível alterar o tempo de alguns trechos da sessão (seja no Pro Tools, Logic ou qualquer outra DAW) e testar novas nuances como ralentandos por exemplo.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email