BLOG

O músico moderno

O músico moderno

O homem de sucesso do futuro vai ser cada vez mais especialista em tecnologia. Estava conversando com um empresário amigo meu que não tem nenhuma ligação com o ramo da tecnologia. Pra minha surpresa ele domina várias ferramentas que vão muito além do Excel avançado. A agilidade dele ao editar uma foto no celular ou importar um arquivo de um dispositivo para outro. As sacadas de saber os nomes das conexões e dos cabos. Me surpreendeu. Eu toquei no assunto com ele e ele me disse: Eu preciso que a tecnologia me faça um ser humano melhor. Na visão dele era impossível um empresário de sucesso não dominar as ferramentas tecnológicas.

Dito isso, ficou claro pra mim. O músico do futuro vai ser um expert em tecnologia. CLARO. Há de ser cada vez mais pré-requisito para entrar em um job musical o domínio das ferramentas tecnológicas. Escrever partitura, editar fotos, importar e exportar arquivos, gravar seu próprio audio e video e editar para postar em suas redes sociais. É comum vermos artistas de sucesso que produzem se não 100% a grande maioria dos seus conteúdos. Vemos todos os dias matérias com estúdios nas casas deles. A Sandy lançou recentemente um disco / série onde ela registrou todo o processo de gravação em áudio e vídeo. Tudo feito no estúdio da sua casa pelo seu marido. Alguém tem dúvidas se a Sandy poderia pagar os maiores estúdios do mundo e os maiores produtores? O que leva esses artistas a cada vez mais produzirem seu próprio conteúdo? A TECNOLOGIA. Hoje em dia com pouco equipamento é muito fácil produzir um material com qualidade profissional, desde que você tenha o conhecimento necessário. Vide Jacob Collier que ganhou dois Grammys em 2018 com um álbum chamado In My Room. Nem preciso dizer que ele arranjou e gravou tudo no seu quarto.

Meu objetivo com o Papo Hertz é disponibilizar uma ferramenta que ajude o músico moderno a ser um melhor profissional. Imagine que você pode no seu quarto ou na sala do seu AP produzir seus conteúdos para redes sociais ou mesmo fazer as pré-produções das suas músicas. Claro que o processo de mixagem e masterização de alto nível sempre existirá. Sem dúvidas. Mas cada vez mais vejo profissionais sendo acessados somente nessa parte final do processo. A parte de concepção, arranjos, e inclusive gravação de muitas coisas ultra profissionais são feitas pelos próprios músicos em casa.

Recentemente o guitarrista do Angra, Marcelo Barbosa, me falou que iria se atrasar pra um jantar comigo por que estava em casa terminando de gravar uns overdubs pro DVD do Angra. Ou seja amigos.

Bem vindos ao futuro. Contem com o Papo Hertz.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email